Ingresse na Oficina do Expositor

TecnoCarne supera expectativas de público e negócios

Rate this item
(0 votes)

 

Visitamos o evento e entrevistamos o diretor da feira, José Danghesi,

confira no vídeo a entrevista completa e a movimentação da feira.

A 13ª edição da Tecnocarne - Feira Internacional de Tecnologia para a Indústria de Proteína Animal, realizada de 8 a 10 de agosto, no São Paulo Expo, superou todas as expectativas e se consolidou como o principal evento do setor de processamento de carnes bovina, suína, aves e de peixes. Mesmo com um cenário econômico adverso e desafios enfrentados pela cadeia produtiva de proteína animal, um público altamente qualificado de 15.121 pessoas esteve no evento para fazer negócios com as mais de 350 marcas presentes. Na rodada de negócios, realizada no segundo dia da feira, uma hora e meia de reuniões movimentou um montante de R$ 8,5 milhões.

 

“Para a Sulmaq a feira foi fantástica. Os clientes gostaram muito do que viram e fechamos bons negócios durante o evento. Um ponto que deve ser destacado é que percebemos que o mercado está retomando. Novos projetos estão surgindo e acreditamos que no ano que vem já voltamos com um mercado semelhante ao que era há três anos. A TecnoCarne é uma feira muito bem localizada, com boa estrutura e tem uma grande vantagem que é a presença de grandes empresas”, ressalta L. Giribone, Diretor de Contas Estratégicas da Sulmaq, que desenvolve equipamentos para linhas completas de abate, desossa e industrializados para processadores de suínos, bovinos e ovinos.

 
A qualificação e foco do público foi um dos aspectos mais destacados pelos expositores desta edição. “A TecnoCarne foi uma ótima oportunidade para apresentar aos clientes nossos lançamentos. Estamos muito contentes com o nível qualificado dos profissionais que visitaram a feira. Foi uma experiência muito positiva e que atendeu as nossas expectativas”, endossa o Diretor Comercial da Evertis, empresa que fabrica embalagens.

“Foi uma surpresa muito positiva. O público superou as nossas expectativas em quantidade e qualidade. Vieram todos os decision makers dos nossos mais importantes clientes, além de um grande número de empresas das regiões Centro Oeste, Norte e Nordeste do Brasil, que não esperávamos. Fizemos negócios com empresas dos mais variados portes”, comemora Tarcísio Barbosa, gerente de vendas para a América Latina da Bettcher, que apresentou em primeira mão na TecnoCarne um novo sistema de remoção de gorduras de difícil acesso, que foi bastante comercializado.
“Foi uma feira muito boa, com um público muito interessado e focado no negócio. São pessoas que visitam o evento em busca de novas tecnologias e soluções. A feira nos agradou muito e agora vamos seguir o trabalho e colher os frutos dessa exposição feita no evento”, afirma o Ricardo Romonsini, Gerente de vendas da Starrett, que apresentou linha de facas e equipamentos de corte para frigoríficos e açougues.
Quem participou pela primeira vez da TecnoCarne também se surpreendeu com o resultado na feira. Um exemplo foi a Pimentel Tripas Naturais. “Está é a primeira vez que participamos da TecnoCarne e escolhemos a feira para comemorar os 35 anos da nossa empresa. Recebemos nossos clientes e também tivemos contato com novas empresas que ainda não conheciam os produtos. Os visitantes se mostraram muito interessados na qualidade e no processo de desenvolvimento dos produtos. Foi uma feira muito boa onde prospectamos novos clientes e fizemos negócios”, confirma Paulo Pimentel, CEO da Pimentel Tripas Naturais.
“O resultado desta edição da TecnoCarne é a demonstração do Brasil que dá certo, que produz e investe. Reunimos a nata da indústria de processamento de proteína animal e fizemos um forte trabalho para trazer visitantes muito focados e com poder de decisão. Mesmo com todas as adversidades vividas este ano pelo setor, temos muito o que comemorar com o resultado desta TecnoCarne”, destaca o diretor da feira, José Danghesi.

Organizada pela Informa, a TecnoCarne tem o apoio da Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carnes (ABIEC), Associação Brasileira da Indústria de Armazenagem Frigorificada (ABIAF), Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), Associação dos Frigoríficos de Minas Gerais, Espírito Santo e Distrito Federal (AFRIG), Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), Associação Brasileira de Reciclagem Animal (ABRA), Associação Brasileira de Frigoríficos (ABRAFRIGO), Associação Brasileira de Refrigeração, Ar Condicionado, Ventilação e Aquecimento (ABRAVA), Associação Brasileira de Embalagem (ABRE), (Associação de Criadores de Suínos do Rio Grande do Sul (ACSURS), Associação dos Avicultores do Estado do Espírito Santo (AVES), Associação de Suinocultores do Espírito Santo (ASES), (Centro de Tecnologias de Carnes), Instituto de Tecnologia de Alimentos (ITAL), Sindicato da Indústria de Carnes e Derivados do Estado do Paraná (SINDICARNE) e Sindicarnes.

“Foi uma surpresa muito positiva. O público superou as nossas expectativas em quantidade e qualidade. Vieram todos os decision makers dos nossos mais importantes clientes, além de um grande número de empresas das regiões Centro Oeste, Norte e Nordeste do Brasil, que não esperávamos. Fizemos negócios com empresas dos mais variados portes”, comemora Tarcísio Barbosa, gerente de vendas para a América Latina da Bettcher, que apresentou em primeira mão na TecnoCarne um novo sistema de remoção de gorduras de difícil acesso, que foi bastante comercializado.

Last modified on Qui, 17 de Agosto de 2017 14:49

Realização

Acompanhe nas Redes

  

Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba notícias dos eventos
You are here